Quando se fala em negócios lembra-se de muitos conceitos: lucros, receitas, despesas, custos, enfim, tudo isso são itens de sustentação de uma empresa, os quais precisam estar alinhados entre si para funcionarem.

Hoje ficaremos atentos ao conceito de custos e como ele funciona, conhecendo também cada um dos seus tipos.

Em uma definição rápida de custos poderíamos entender que é todo o gasto que é feito para que a oficina possa funcionar.

 

Custos fixos e custos variáveis

Gosto muito de uma frase que diz: “Custo é igual unha, temos sempre que prestar atenção para que ela não cresça”.

Para que uma oficina mecânica tenha uma saúde financeira estável ela precisa desenvolver um planejamento, estabelecendo metas de gastos.

Por isto aconselho a ter sempre em mãos um relatório comparativo mês a mês, de preferencia que possa caber tudo em uma ou duas folhas somente, mostrando os gastos anuais da empresa.

Fazendo um levantamento destas informações pode-se encontrar mais facilmente onde você deve trabalhar para diminuir seus gastos. Claro que para isto ficar mais fácil é necessário um sistema de gestão para ajudar neste trabalho. O Sistema Automotivo desenvolvido pela Soluções Informática te ajuda nesta tarefa com seus relatórios gerenciais.

Saber exatamente quais os custos e classifica-los é um alicerce para que o seu planejamento já comece com o pé direito.

 

Custos fixos

São custos que não dependem do nível de produção de uma empresa, eles sempre existirão mesmo que sofram aumentos periódicos.

Custos fixos possuem uma periodicidade e podemos exemplificar como sendo despesas de aluguel, limpeza, vigilância, honorários contábeis, taxas e despesas bancárias, salários, telefonia, etc.

Para ficar mais fácil a compreensão imagine sua oficina de portas fechada durante 6 meses, com todos os funcionários a disposição. Todos as contas que irão chegar, são custos fixos.

 

Custos variáveis

Diretamente relacionados ao ritmo e ao volume de produção ou de prestação de serviços de um negócio.

Podemos inferir da seguinte forma: Quanto maior a quantidade de veículos da sua oficina, maiores também serão seus custos variáveis.

 

Como exemplo a estes tipos de custos temos: contas de energia elétrica, comissões dadas aos funcionários, impostos sobre faturamento, custos das peças adquiridas, serviços de terceiros dentre outros mais.

 

A importância de esclarecer tais diferenças

Como se sabe para se colocar em prática um planejamento eficiente é necessário compreender o funcionamento dos custos, procurando reduzir os gastos e aumentar os lucros.

Então mantenha seus custos sob controle, estipulando metas conforme a necessidade de sua oficina.

O assunto citado no artigo foi importante para você? Conte aqui nos comentários. Desejamos uma ótima leitura e bons cálculos de custos.  Até o próximo artigo com mais dicas para você!

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique por Dentro!

Assine nossa newsletter e receba dicas, informações e promoções exclusivas do Sistema Automotivo.

Inscrição realizada com sucesso.

Houve um erro ao enviar a mensagem. Por favor tente novamente dentro de alguns minutos...

Sistema Automotivo will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.